[Via Gizmodo]

Paul Priestman, o designer dos famosos trens Virgin Pendolino da Inglaterra, pensa que seu país precisa de um novo ícone dos transportes, um desses que mantenha o legado do Rolls Royce e do Concorde. Sua ideia? Mercury, o trem de dois andares.



Priestman está disposto a convencer a Inglaterra de que trens com alta velocidade e tecnologia, como o Mercury, são a chave para ter transportes sustentáveis, com baixo uso de carbono, além de revigorar a indústria inglesa. E, assim como foram os Roll Royce e os Concordes, o Mercury seria o encontro da engenharia de primeira com o luxo total.



O trem de dois andares com 400 metros — possivelmente o primeiro do país — viaja a 360 km por hora, graças ao seu bico extendido que é "um dos mais extremos do mundo". Ele abriga assentos para viajantes comuns com sistema de entretenimento, além de cabines privadas. E ainda há uma área de lazer para crianças e um bar com lounge para as crianças mais crescidinhas.


###

Enquanto isso, aqui no Rio de Janeiro ...


,
Fique Ligado!!! Todos os comentários que aparecem aqui no blog sofrem moderação. Ofensas e xingamentos não são permitidos, principalmente se for em relação ao LINDO do blogueiro... =) Qualquer comentário exposto aqui é de total responsabilidade do autor.

Comentários
1 Comentários

One Response so far.

  1. Anônimo says:

    Hum... eu vi esse post primeiro...
    colaboração de quem?!?!

    Muitoshow o blog...Tah de Parabéns!!!!